blogando

Reizinho

há 44 semanas

“Livre-se dum dia ele vir a ser seu chefe. Aí você vai perceber!”, avisara-a um colega. E a verdade é que os sinais estavam todos lá, só que ela, Túlia, só viu aquilo que queria ver...Para ler mais

 

 

Comentário de Jorge martins:
Já passei por algo semelhante com a agravante de ser o filhinho do patrão tive sorte de o Big Boss ter escutado e ter mudado o filho dele antes de afundar a empresa.


2016-11-21 17:48:14
Comentário de João Rodrigues:
Infelizmente ainda nos deparamos com algumas pessoas assim. Consideram-se líderes mas não passam de chefes.
Está aqui muito bem retratado o clima que isso provoca...
Acredito que nunca é demais relembrar que chefiar não é de todo a mesma coisa que liderar.
Um abraço José.

2016-11-21 18:01:50
Comentário de Preciosa Miambo:
Infelizmente alguns pepinos já não se torcem mais. Nestes casos uma das saidas pode passar por ter o Reizinho em funções técnicas e de suporte aproveitando-se melhor as excelentes qualidades técnicas que possui. Nos dias de hoje a habilidade para gerir pessoas é incontornável para qualquer líder. A falta desta habilidade pode ser fatal para as organizações.

2016-11-21 20:03:16
Comentário de LeopolDina Reis Simões:
Gosto sempre muito de ler as suas estórias. Não é a minha área mas gosto de Recursos
Humanos porque comungo da ideia de que mais importante que tudo numa empresa estão as pessoas que lá trabalham a grande-matéria prima.
Numa empresa ou instituição a chegada de um reizinho dá cabo de um percurso feito durante anos. O que a princípio parece inovação depressa se percebe que vai dar em desilusão.
Há quem fique doente quem se cale quem se transforme num autómato a cumprir horários ou a contar os dias para a reforma. Depois há quem mande o reizinho à fava e até descubra que há novos e inexplorados talentos e caminhos profissionais que podem e devem ser percorridos.
Muita gente já teve um reizinho que à vezes nem é o rei mas quando um não lidera outro ou outros chefiam.
Um abraço

2016-11-23 10:03:35
Comentário de yura de Oliveira:
Muito obrigada por esta partilha José gosto muito destas histórias que muito aprendo com elas. Existe na actualidade é como um filme de terror um pesadelo e não é so reizinho grande que temos que lidar todos os dias mas tambem com o reizinho pequeno o protegido . Liderar não é para todos assim como reter talento não é tarefa fácil para maus lideres

2016-12-05 17:46:44
Deixe o seu comentário:

A sua identificação:
Nome:
Email: