blogando

Contraditório

há 68 semanas

“Não pode ser!” – exclamou Alberto, incrédulo, quando Ernestina, chefe de loja da RevShops, se queixou dos problemas criados pela Elsa. Não esperava isso dela! Sempre considerara aquele tipo de comportamentos inaceitáveis e, neste caso, sentia-se particularmente irritado porque tinha sido ele que a recomendara à empresa.

 

clique para ver
o artigo completo

Gamification

há 121 semanas

Provavelmente, a palavra não lhe é estranha, mas não consegue definir com segurança o que significa! O conceito de “gamificação” (passarei a usar este nome) não é um conceito novo, mas ainda está em construção. É fruto da conjugação do vertiginoso crescimento dos jogos digitais, com a entrada no mercado de trabalho dos Millennials, grupo que se estima que sejam cerca de 50% do mercado em 2020.
O ambiente de “guerra pelo talento” que se tem vivido nas organizações, em particular nas que dependem das Tecnologias de Informação (e são cada vez mais!), aguçou a procura de soluções criativas e diferenciadoras. Sabendo que as novas gerações cresceram “agarradas” às consolas de jogos de computador, as empresas perceberam que a utilização de ferramentas que se fizessem parte do seu “meio natural” seria diferenciadora e vantajosa em termos de atração e retenção dos talentos, pelos quais competiam nos mercados...
Para saber mais

Artigo revista Human edição nª 85 Fevereiro 2016 -  José Bancaleiro, Managing Partner - Stanton Chase International

 

Paixão

há 124 semanas

Em homenagem a um saudoso colega e Diretor Financeiro muito especial.

 

 

 

clique para ver
o artigo completo

TRM-Talent Relationship Management

há 436 semanas "TRM-Talent Relationship Management" é mais um dos muitos conceitos modernos e inovadores da gestão de recursos humanos que tiveram origem no 'marketing'.
clique para ver
o artigo completo

Carreiras, Competências e Certificações

há 436 semanas Não é por acaso que se chama ao espaço onde se transaccionam as colocações profissionais "mercado de trabalho". De facto, trata-se de um verdadeiro "mercado" no qual vigoram as regras que caracterizam este tipo de espaços.
clique para ver
o artigo completo

Executive Coaching

há 487 semanas Rogério já não sabia o que fazer com Mariana. Os problemas de relacionamento dela com a equipa eram recorrentes e crescentes. Como Directora de Marketing, a sua competência técnica e a sua contribuição para os resultados eram reconhecidos por todos.
clique para ver
o artigo completo

Evita a conversa da treta - Entrevista no Mundo Universitário

há 539 semanas

Os estudos estão quase na fase terminal. A vida boa (ou não) de estudante é passado e agora é altura de encarar uma nova realidade: a procura do primeiro emprego. Será que de facto estás preparado para enfrentar o dfícil mundo laboral?

clique para ver
o artigo completo

Serão do Forum RH com Miguel Portas

há 644 semanas

O Fórum RH é um grupo de cerca de 30 Profissionais de Recursos Humanos de grandes Empresas de diversos sectores (por exemplo, Vodafone, Rank Xerox, Colgate, Banco Santander, Cabovisão, Mercer, OPCA, etc) e alguns consultores que se reúnem 3 ou 4 vezes por ano desde 1992, com o objectivo de debaterem e partilharem temas relacionados com a educação, o papel das pessoas na sociedade e nas organizações, etc. Para estes “serões” são também convidados outros profissionais de RH, como professores universitários e consultores. Temos habitualmente a presença de 40 a 50 pessoas.

- Data: 16 de Março de 2006

- Local: Restaurante a indicar

- Programa:

- 20.00 - 20.30 horas: Recepção com cocktail

- 20.30 – 21.45 horas: Jantar

- 21.45 – 22.15 horas: Intervenção do Convidado

- 22.15 – 23.00 horas : Questões e debate.

- Convidado: Dr. Miguel Portas /Deputado do Parlamento Europeu / Bloco de Esquerda

- Tema: A acordar com o convidado, provavelmente ligado com emigração / pessoas num contexto europeu.

- Divulgação: Salvo em caso de oposição do convidado, serão endereçados convites a alguns Jornalistas especializados em Gestão de recursos Humanos das seguintes publicações: RH Magazine, Pessoal, Exame, Prémio, Jornal de Negócios, Diário Económico e Expresso (emprego).

- Pessoa de contacto: José Bancaleiro, 217522183 ou 917631300.


“Há mais Olgas na terra”

há 644 semanas

Adérito não percebeu porque é que o Valério o recriminava pela decisão de despedir a Olga Maia. Essa hipótese nunca tinha sido sequer discutida. Mas Valério insistia que "toda a Empresa já sabia o que se estava a passar", acrescentando que as reacções eram muito negativas. "Uma empresa que não sabe apoiar os bons colaboradores numa fase difícil, não merece ser apoiada" dizia ele convictamente.

Demorou algum tempo a acalmar o responsável pelo Departamento de Desenvolvimento e a entender o que estava a acontecer. Ele estava, de facto, a negociar a rescisão do contrato de trabalho duma operadora do "call center" do Porto chamada Olga Resende, mas não tinha nada a ver com a Olga Maia do Desenvolvimento de Software. Tinha de perceber o que se passou.

"Só um minuto", pediu Adérito a João quando ele se preparava para entrar no seu gabinete para finalizar os detalhes da sua deslocação para o Dubai. Ele aguardou alguns minutos junto á porta e não conseguiu evitar ouvir o Adérito, Director de Recursos Humanos da Hopnet, dizer a alguém ao telefone que "iria dar prioridade à substituição da Olga".

Depois de afinados os detalhes, João regressou ao seu local de trabalho e iniciou a preparação da sua viagem. Dentro de três dias iniciaria um "assignement" de seis meses no Dubai. Estava entusiasmado e completamente focalizado no seu novo objectivo. O tempo é que não era muito.

Dois dias depois, no habitual almoço das quintas-feiras no "Palácio dos sabores" João sentou-se junto á Ercilia dos Recursos Humanos e não pode deixar de ouvir um telefonema em que a Ercilia respondia que "só estavam só a aguardar que a Advogada da Olga enviasse a minuta do contrato de rescisão".

Já não conseguiu almoçar bem. Percebia a posição da Empresa, mas sentiu alguma pena. A Olga era uma boa colega e uma excelente profissional que, infelizmente, estava a passar um mau momento. Faltava muito nos últimos meses porque o marido tinha ido trabalhar para o Norte, e ela estava a fazer tudo para tentar salvar o seu casamento. Naquele momento, encontrava-se ausente da Empresa há cerca de dois meses.

Nessa tarde não conseguiu esconder o seu mal estar e contou ao Rui, o colega a quem estava a passar o seu serviço,que tinha descoberto que a Empresa ia mandar a Olga embora.

Assim se constroi um boato!